O dragão-das-arribas, Antirrhinum lopesianum, tem uma ecologia muito particular, ocorre em fissuras de xistos com escorrência de águas carbonatadas, em escarpas sombrias. Tem toda a sua população portuguesa dispersa em escarpas do alto Douro e alguns dos seus afluentes, e não deverá exceder os 1000 indivíduos. É muito sensível às alterações do habitat: fogos recorrentes ou invasão dos afloramentos pelos matos são-lhe prejudiciais. Alguns dos seus núcleos populacionais estão também ameaçados por construções humanas.
Apadrinhar