Centaurea amblensis é um estranho cardo completamente acaule que na Primavera se enche de glomérulos de vistosos capítulos de flores rosa semi-enterrados no areão. Só existe em duas regiões de Portugal (Tabuaço e Sabugal), aparecendo sempre em pequenos núcleos dispersos, com poucas dezenas de indivíduos cada um. A população nacional não deverá chegar aos 1000 indivíduos. Sabe-se pouco sobre esta espécie, mas pensa-se que tem havido um decréscimo da qualidade do habitat, incultos e pastagens extensivas, possivelmente devido ao abandono das práticas de gestão tradicionais que controlavam o mato.
Apadrinhar